Search
Close this search box.

Deputados ainda não tem acesso ao estudo sobre a fusão do IAPAR

Matéria publicada na CBN Londrina

A previsão do executivo estadual é que o projeto de lei para a fusão seja apresentado na Alep até o fim desse mês

Nesta semana o Secretário Estadual de Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, recebeu o relatório do grupo de trabalho, com 12 integrantes, criado pelo governo do estado para estudarem as possibilidades de fusão das entidades: Instituto Agronômico do Paraná – Iapar, Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater, da Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná – Codapar e Centro Paranaense de Referência em Agroecologia – CPRA.

Após a avaliação do relatório, a declaração do Secretário é que o grupo de trabalho se colocou como favorável a fusão e que é possível que o projeto de lei seja criado e apresentado a Assembleia Legislativa do Paraná até o fim desse mês.

De acordo com dois deputados de Londrina ouvidos por nossa reportagem o relatório ainda não foi divulgado e nem apresentado a eles.

Para o Deputado Estadual, Tercílio Turini, o fato de não ter acesso às informações do relatório e de não ter nada claro de como será a fusão, assusta.

Já para o Deputado Estadual, Tiago Amaral, o projeto não vai passar na Alep se não for esclarecido e com evidências de que os setores envolvidos serão melhores aproveitados sem que se tenham prejuízos aos projetos e pesquisas.

Hoje o Iapar, sediado em Londrina, é uma referência do governo do estado na região norte do Paraná, consolidado com 46 anos de atividades e de referência internacional em pesquisa no setor agronômico, conta com mais de 480 funcionários.

Tiago Pelline, é pesquisador do Instituto há 28 anos e já ocupou recentemente diretorias no órgão, e representa 100 pesquisadores em Londrina.

Segundo ele é impossível que um órgão de pesquisa não sofra com essa mudança, falta diálogo e se já existe falta de mão de obra a possibilidade de uma fusão pode fazer esse quadro se agravar ainda mais.

O grupo de trabalho é composto por representantes de cada uma das entidades: Instituto Agronômico do Paraná – Iapar, Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural – Emater, da Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná – Codapar e Centro Paranaense de Referência em Agroecologia – CPRA, além da Sociedade Rural do Paraná – SRP e da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná.

Por Bruno Carraro

Obrigado por ler nosso artigo

Quando Tiago Amaral dá a sua palavra está garantindo que trabalhará incansavelmente para atender aquela demanda.

Novidades

Vem pro Face do Tiago

Último vídeo

Acompanhe o Tiago no seu E-mail

ocê gostaria de receber dicas, novidades e conteúdos exclusivos do Tiago no seu e-mail? Então, inscreva-se na newsletter dele e não perca nada! É fácil e rápido, basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário. Você vai receber um e-mail de confirmação e pronto, você já faz parte da lista de assinantes do Tiago. Aproveite!