Search
Close this search box.

Duplicação da PR-445 até Irerê não terá pedágio

Governo do Estado vai bancar a obra que deve custar R$ 135 milhões, segundo o DER

Em audiência pública realizada na tarde desta quinta-feira, 21, no Iapar (Instituto Agronômico do Paraná), o diretor de operações do DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná), Paulo Montes Luz informou que a duplicação da PR-445 entre Londrina e Irerê não será pedagiada, pois o governo do Estado vai bancar a obra.

“A duplicação deverá custar R$ 135 milhões – orçamento feito após a última revisão do projeto realizada pelo DER-PR – e, possivelmente, as obras terão início no primeiro semestre do próximo ano. A duplicação ficará pronta em até dois anos. Toda a verba para a construção é oriunda do governo do Estado e, desta forma, não há previsão de pedágios no local”, disse.

“Inicialmente a duplicação não conta com passarelas pois as obras não atingem diretamente centros urbanos, no entanto, se houver uma possível demanda, poderão ser construídas após estudos nos locais indicados. Além disso, de início, a obra acontecerá até Irerê, porém, acredito que, com o esforço de Londrina e das demais cidades, as obras poderão se estender até Guaravera, Tamarana e Mauá da Serra”, complementou.

A extensão da obra será de 15,28 km – trecho entre Irerê (km 50) e Londrina (km 65+280). O projeto prevê pontes sobre o Ribeirão Cafezal (uma da duplicação e mais duas para cada marginal), Ribeirão Três Bocas (uma da duplicação e duas para cada marginal) e sobre o Ribeirão dos Apertados (um alargamento e mais uma nova ponte). Também serão construídos dois viadutos sobre a Estrada da Cegonha, dois viadutos no Patrimônio Coroados e uma trincheira em Irerê.

DESENVOLVIMENTO

A duplicação da PR-445 é uma das reivindicações da Comissão de Desenvolvimento e Infraestrutura da Região de Londrina. Criada em julho deste ano por iniciativa do deputado estadual Tiago Amaral (PSB) e da Acil (Associação Comercial e Industrial de Londrina), a comissão conta com a participação de órgãos dos governos estadual e municipal e representantes de entidades de classe e do Grupo Folha.

Na pauta da comissão também estão a ampliação da pista do Aeroporto Governador José Richa e o Contorno Norte – obras elencadas como prioritárias pelo empresariado local, mas que demoram a sair da lista de promessas dos governantes. “A obra do Contorno Norte é toda de pista dupla e os projetos foram entregues nos prazos combinados entre a comissão e a concessionária Econorte”, destaca Amaral.

A melhora da infraestrutura da região, incluindo a duplicação da PR-445, também é um tema discutido nos EncontrosFolha, evento realizado trimestralmente pelo Grupo Folha com o objetivo de incentivar a participação de lideranças no debate de assuntos relevantes para o desenvolvimento do Paraná. “O trabalho da Comissão de Desenvolvimento e Infraestrutura da Região de Londrina vem dando continuidade a tudo o que a Folha vem realizando pelo EncontrosFolha”, afirma o superintendente do Grupo Folha, José Nicolás Mejía.

André Bueno/Grupo Folha
http://www.folhadelondrina.com.br/economia/duplicacao-da-pr-445-ate-irere-nao-tera-pedagio-996412.html
Foto Jorge Woll/DER

Obrigado por ler nosso artigo

Quando Tiago Amaral dá a sua palavra está garantindo que trabalhará incansavelmente para atender aquela demanda.

Novidades

Vem pro Face do Tiago

Último vídeo

Acompanhe o Tiago no seu E-mail

ocê gostaria de receber dicas, novidades e conteúdos exclusivos do Tiago no seu e-mail? Então, inscreva-se na newsletter dele e não perca nada! É fácil e rápido, basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário. Você vai receber um e-mail de confirmação e pronto, você já faz parte da lista de assinantes do Tiago. Aproveite!