Search
Close this search box.

Duplicação da PR-445 entre Lerroville e Mauá da Serra pode ter início ainda este ano

Matéria publicada na CBN Londrina

Empresas classificadas na licitação devem ter documentos analisados pelo DER no dia 16 de novembro. Obra pode custar até R$ 166 milhões.

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) dá andamento ao processo de licitação das obras de duplicação da PR-445 entre o distrito de Lerroville, em Londrina, e o município de Mauá da Serra. Foi publicado nesta quarta-feira (27) o resultado da análise das propostas de preços das empresas e consórcios que estão disputando o certame. Quatro participantes foram classificadas nesta etapa, com valores entre R$ 148.032.561,17 e R$ 166.160.388,90. O menor preço foi apresentado pela empresa que, atualmente, faz a duplicação de trecho da rodovia até Irerê.

A próxima fase da licitação, para a análise dos documentos das interessadas, também já tem data para ocorrer. Os envelopes com a documentação vão ser abertos no dia 16 de novembro. Caso não haja nenhum questionamento por parte das concorrentes, o poder público poderá fazer a seleção da vencedora após a próxima etapa, emitindo a ordem de serviço e dando um prazo para que ela se organize e inicie as obras. O deputado estadual Thiago Amaral, que acompanha o processo desde o início, acredita que se tudo correr bem, as obras vão ter início ainda em 2021.

Além da restauração da pista existente, está prevista a duplicação do trecho em uma extensão de 27,07 quilômetros, implantação de um viaduto no acesso a Tamarana, vias marginais entre Lerroville e Tamarana, uma rótula em nível no acesso para Lerroville, pontes sobre os rios Santa Cruz e Apucaraninha, 11 retornos em nível, e a correção da geometria em sete curvas consideradas críticas, além de adequações nos acostamentos e canteiro central. Vale lembrar que a duplicação da PR-445 foi até o distrito de Irerê, e que, pela nova licitação, as obras devem ser feitas entre Lerroville e Mauá. Ou seja, há um trecho considerável da rodovia, de mais de 50 quilômetros, entre os dois distritos rurais, que ainda não foi contemplado. Thiago Amaral explicou que o governo optou por fazer as obras por partes para acelerar o andamento das licitações. A duplicação do trecho entre Lerroville e Irerê, por exemplo, conforme ele, ainda depende da conclusão do projeto estrutural das obras.

A empresa que vencer a licitação da duplicação da PR-445 entre Lerroville e Mauá da Serra vai ter um ano e meio para executar os trabalhos a partir da assinatura da ordem de serviço.

Por Guilherme Batista

Obrigado por ler nosso artigo

Quando Tiago Amaral dá a sua palavra está garantindo que trabalhará incansavelmente para atender aquela demanda.

Novidades

Vem pro Face do Tiago

Último vídeo

Acompanhe o Tiago no seu E-mail

ocê gostaria de receber dicas, novidades e conteúdos exclusivos do Tiago no seu e-mail? Então, inscreva-se na newsletter dele e não perca nada! É fácil e rápido, basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário. Você vai receber um e-mail de confirmação e pronto, você já faz parte da lista de assinantes do Tiago. Aproveite!