Search
Close this search box.

LDO para 2020 recebeu 86 emendas parlamentares

Matéria publicada no site da Assembleia Legislativa do Paraná 

Os deputados paranaenses apresentaram 86 emendas ao projeto que dispões sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2020, que tramita na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). A proposta (PL nº 270/2019), de iniciativa do Poder Executivo, prevê para o exercício de 2020 receitas correntes de R$ 57,6 bilhões e uma receita liquida de R$ 55,8 bilhões.

Segundo o deputado Evandro Araújo (PSC), presidente da Comissão de Orçamento da Alep, as emendas protocoladas são de toda a natureza. Algumas propõem reforços de dotações e englobam diversas áreas; enquanto outras tratam de temas relacionados a idosos, crianças e adolescentes, exemplificou. “Fizemos uma análise preliminar das emendas que já foram encaminhadas ao relator, deputado Tiago Amaral (PSB)”, explicou Evandro Araújo. Ele destacou ainda que o relator tem até o dia 17 de junho para concluir a avaliação das emendas e elaborar o relatório final, no caso um substitutivo-geral incluindo as propostas parlamentares acatadas.

Para o deputado Tiago Amaral (PSB), vice-líder do Governo e relator da LDO na Comissão, o prazo será suficiente para fazer essa análise detalhada das emendas. “O grande ponto é verificar o que será possível ser acatado”, observou. Ele afirmou que essa nova etapa do trabalho está sendo executada visando contribuições que tragam melhorias para o que foi proposto no texto original da LDO. Evandro Araújo e Tiago Amaral destacaram ainda que a Lei de Diretrizes já desenha os principais pontos da Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano. Mas, é a LOA que estabelece o orçamento do Estado, estimando as receitas e fixando as despesas do Governo estadual. Essa proposta só será enviada pelo Poder Executivo, e discutida pelo Legislativo, no segundo semestre do ano. Período no qual também será debatido o Plano Plurianual (PPA) para os próximos quatro anos.

Próximas etapas – Os deputados tiveram cerca de 20 dias para o encaminhamento de suas emendas junto a Comissão de Orçamento da Casa. O prazo encerrou no último dia 28 de maio. Assim, agora acontece a fase em que as 86 emendas apresentadas são devidamente examinadas pelo relator da Comissão. Concluída essa etapa o projeto e as emendas aceitas (na forma de um substitutivo-geral) serão submetidas a votação na Comissão. Posteriormente, o documento será encaminhado para discussões e votações em Plenário. O projeto deve ser votado pelo Legislativo antes do início do recesso do mês de julho e enviado para sanção (ou veto) governamental.

Receitas e despesas – A LDO estabelece as diretrizes para a elaboração e execução da Lei de Orçamento Anual (LOA). Ela fixa as metas e as prioridades da administração estadual, os eventuais ajustes do PPA, as metas fiscais e as projeções de receitas e despesas. Uma de suas funções básicas é harmonizar a implementação da LOA com os objetivos de médio e longo prazo da administração pública. A LDO também faz um diagnóstico dos potenciais riscos fiscais e orçamentários, detalha os passivos contingentes e as demandas judiciais, além de trazer esclarecimentos sobre o cumprimento das metas fiscais do exercício anterior. Os propósitos e a natureza da LDO estão previstos no artigo 133 da Constituição do Estado e na Lei Complementar Federal 101, de maio de 2000.

Por outro lado, o Plano Plurianual é um planejamento de médio prazo, que também deve ser realizado por meio de lei. Nele, são identificadas as prioridades para o período de quatro anos e os investimentos de maior porte. O projeto do PPA dever ser também elaborado e encaminhado pelo Executivo até 31 de agosto do primeiro ano de cada Governo, mas ele só começa a valer no ano seguinte. Sua vigência vai até o final do primeiro ano do Governo seguinte. Essa passagem do PPA de um Governo para outro visa promover a continuidade administrativa, de forma que os novos gestores possam avaliar e até aproveitar partes do plano que está sendo encerrado.

Transparência – Desde abril, quando o deputado Ademar Traiano (PSDB), presidente da Alep, recebeu a Mensagem do Poder Executivo com o anteprojeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2020, a LDO está disponível para consulta de qualquer cidadão no site da Assembleia. Na ocasião, a proposta foi entregue pelo secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva, e começou então a tramitar no Legislativo. Para conferir o documento é só acessar no site da Alep as leis orçamentárias ou clicar neste link: (http://www.assembleia.pr.leg.br/legislacao/leis_orcamentarias).

Deputados Tiago Amaral (PSB), relator da LDO, e o deputado Evandro Araújo (PSC), presidente da Comissão de Orçamento da Alep. / Foto: Orlando Kissner/Alep

Obrigado por ler nosso artigo

Quando Tiago Amaral dá a sua palavra está garantindo que trabalhará incansavelmente para atender aquela demanda.

Novidades

Vem pro Face do Tiago

Último vídeo

Acompanhe o Tiago no seu E-mail

ocê gostaria de receber dicas, novidades e conteúdos exclusivos do Tiago no seu e-mail? Então, inscreva-se na newsletter dele e não perca nada! É fácil e rápido, basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário. Você vai receber um e-mail de confirmação e pronto, você já faz parte da lista de assinantes do Tiago. Aproveite!