Search
Close this search box.

Rodovia entre Itaguajé e Colorado recebe serviços de conservação

Previsão de conclusão dos serviços é de 90 dias

A empresa responsável pelos reparos da PR-542, no trecho entre Itaguajé e Colorado, iniciou os serviços de conservação na estrada que está intransitável e já causou inúmeros acidentes e prejuízos.

As máquinas e equipes na estrada representam um alívio para os moradores das duas cidades. São quase trinta mil pessoas que dependem da via. “É o acesso que temos para Maringá, Nova Esperança e Paranavaí. Muitos moradores usam a estrada todos os dias e já aconteceram situações de capotamento, amortecedor quebrado, roda torta, pneu estourado”, comenta o vereador Ninoza, de Itaguajé.

Ninoza e o vereador Zezinho, também de Itaguajé, e o coordenador do deputado Tiago Amaral na região, Luiz Carlos dos Santos, conversaram com o responsável da empresa. “Havia uma dúvida dos moradores que passavam pelo local sobre o tipo de material utilizado. Depois de tantos prejuízos, os moradores, com toda a razão, estão preocupados porque querem um serviço de qualidade, então, fomos até o local com os vereadores Ninoza e Zezinho para tirar todas as dúvidas”, afirmou o coordenador Luiz Carlos dos Santos.

O vereador Zezinho disse que as dúvidas foram esclarecidas. “Eles estão usando uma base composta de solo-cimento para cobrir os buracos com até 5 centímetros. Depois será feita a camada asfáltica de cinco centímetros”, comentou. O DER/PR aguarda apresentação de documentação da empresa contratada para a continuidade dos trabalhos, que incluem a fresagem (retirada da camada superior do pavimento), aplicação de emulsão asfáltica, aplicação de concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ) seguido pela compactação desse material, e reperfilagem (a aplicação de uma nova camada de CBUQ no pavimento). Os serviços devem ser concluídos ainda este semestre.

O deputado Tiago Amaral havia informado em julho que a Portaria Nº 235/2019 do DER regularizava os procedimentos nos contratos para autorização das obras nas rodovias e era questão de tempo para que as empresas iniciassem as obras. O atraso ocorreu porque o contrato para reparos na PR-542 havia sido suspenso até que todos os questionamentos fossem resolvidos e os serviços pudessem ser retomados conforme o que foi contratado entre DER e empresa.

De acordo com o DER, este trecho da PR-542 é o primeiro a receber os serviços deste contrato, que possui valor total de R$ 54 milhões. Ao todo, serão contemplados 349,51 quilômetros, divididos em 61 trechos de 17 rodovias estaduais e também estradas municipais, somente neste lote do programa de Conservação de Pavimento (COP).

Obrigado por ler nosso artigo

Quando Tiago Amaral dá a sua palavra está garantindo que trabalhará incansavelmente para atender aquela demanda.

Novidades

Vem pro Face do Tiago

Último vídeo

Acompanhe o Tiago no seu E-mail

ocê gostaria de receber dicas, novidades e conteúdos exclusivos do Tiago no seu e-mail? Então, inscreva-se na newsletter dele e não perca nada! É fácil e rápido, basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário. Você vai receber um e-mail de confirmação e pronto, você já faz parte da lista de assinantes do Tiago. Aproveite!