Search
Close this search box.

Seti quer ambiente mais favorável à inovação

Matéria publicada na Folha de Londrina

O secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Décio Sperandio, afirma que as mudanças na Lei de Inovação serão mesmo necessárias para que esta seja adaptada à Lei Federal de Inovação. “Já houve uma recomendação para que os estados, municípios, ICTs, universidades façam a adaptação com a lei nacional”, explica. Segundo Sperandio, a secretaria fará suas contribuições à proposta de lei e a encaminhará à Casa Civil para que esta seja então enviada à Assembleia Legislativa.

Para ele, é fundamental para a Ciência e a Tecnologia que se estabeleça uma governança para o setor. Além disso, existe uma grande expectativa para a desburocratização da cooperação entre universidade e setor produtivo. “90% da pesquisa realizada no País é na universidade”, observa. Na visão do secretário, é preciso flexibilizar as regras de transferência de tecnologia. “Essa nova lei dará garantias jurídicas para estabelecimento de parcerias entre o público e o privado.” O secretário não informou uma data para que a proposta seja encaminhada à Assembleia Legislativa, mas assegurou que a pasta deseja “agilizar isso”.(M.F.C.)

Mie Francine Chiba
Reportagem Local

Obrigado por ler nosso artigo

Quando Tiago Amaral dá a sua palavra está garantindo que trabalhará incansavelmente para atender aquela demanda.

Novidades

Vem pro Face do Tiago

Último vídeo

Acompanhe o Tiago no seu E-mail

ocê gostaria de receber dicas, novidades e conteúdos exclusivos do Tiago no seu e-mail? Então, inscreva-se na newsletter dele e não perca nada! É fácil e rápido, basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário. Você vai receber um e-mail de confirmação e pronto, você já faz parte da lista de assinantes do Tiago. Aproveite!