Search
Close this search box.

Governo autoriza crédito adicional e garante recursos para pagar residentes da UEL

Matéria publicada na CBN Londrina

Problema começou no mês passado após a Secretaria de Fazenda questionar forma de pagamento dos estudantes.

O anúncio veio em uma reunião convocada para discutir o problema com lideranças políticas, estudantes, professores e profissionais da área na sexta-feira. O Governo do Estado liberou um crédito adicional suplementar de quase R$ 8,5 milhões para pagar os mais de 400 residentes da UEL. Quase R$ 7 milhões vão para as bolsas da área da saúde vinculadas ao HU e pouco mais de R$ 1,6 milhão para os residentes de outras áreas da Universidade. Segundo o Governo, o dinheiro é suficiente para o pagamento das residências médicas e multiprofissionais dos alunos da Universidade até o fim do ano.

O vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Tiago Amaral, anunciou a liberação dos recursos durante a reunião. O parlamentar afirma que a solução encontrada foi técnica e envolve basicamente a reclassificação da rubrica usada para a despesa, que passa a ficar desvinculada da folha de pessoal.

O problema começou em julho, quando a Secretaria de Fazenda mudou o entendimento sobre a forma de pagamento dos residentes. O reitor da UEL, Sérgio de Carvalho, explica que desde o início dos anos 1970, quando as primeiras residências foram implantadas na Universidade, o pagamento era feito via folha de pagamento das Instituições. Mas, em julho passado a Secretaria de Fazenda se recusou, por duas vezes, a pagar os salários, caso as residências não fossem retiradas da folha. O que obrigou as Universidades a remanejar recursos para honrar os compromissos.

O reitor comemorou a decisão e diz que, de certa forma, já esperava pela decisão, já que a mobilização em torno do assunto foi extremamente grande e ocorreu em várias frentes.

Para 2020, a solução vai ser o pagamento dos residentes pela nova reclassificação da despesa. Vai ser preciso definir também a consignação dos recursos na lei orçamentária.

Dos 455 residentes da UEL, mais de 360 estão no HU, em diferentes especialidades, entre elas Medicina, Enfermagem, Odontologia e Nutrição. Os residentes recebem uma bolsa mensal de pouco mais de R$ 3.300 para uma jornada de 60 horas semanais.

Por Marcos Garrido

 

Obrigado por ler nosso artigo

Quando Tiago Amaral dá a sua palavra está garantindo que trabalhará incansavelmente para atender aquela demanda.

Novidades

Vem pro Face do Tiago

Último vídeo

Acompanhe o Tiago no seu E-mail

ocê gostaria de receber dicas, novidades e conteúdos exclusivos do Tiago no seu e-mail? Então, inscreva-se na newsletter dele e não perca nada! É fácil e rápido, basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário. Você vai receber um e-mail de confirmação e pronto, você já faz parte da lista de assinantes do Tiago. Aproveite!