Search
Close this search box.

PR-445 vai ser totalmente duplicada pelo Governo do Estado

Fotografia mostra reunião com participação do deputado Tiago Amaral em que foi anunciado que a PR-445 será totalmente duplicada pelo Governo do Estado.

Anúncio foi feito nesta quarta, juntamente com apoio do governador ao Contorno Leste

O Governo do Estado vai assumir a totalidade das obras de duplicação da PR-445, incluindo o trecho entre Lerroville e Irerê, onde as obras ainda não começaram. O anúncio foi feito nesta quarta (11/10), pelo secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, e o diretor-geral do Departamento de Estradas de Rodagem/PR, Fernando Furiatti, em reunião na Amepar – Associação dos Municípios do Médio Paranapanema, em Londrina.

A Amepar é presidida pelo prefeito de Arapongas, Sergio Onofre. O deputado estadual Tiago Amaral (PSD) participou do anúncio, juntamente com os colegas Cloara Pinheiro, Tercílio Turini e Cobra Repórter. Também estiveram presentes os prefeitos Conrado Scheller (Cambé), Ailton Maistro (Rolândia), José Maria Ferreira (Ibiporã) e Fabricio Pastore (Bela Vista do Paraíso).

A duplicação total da via que é caminho de Londrina para Curitiba contempla uma das principais reivindicações da Comissão de Infraestrutura do Norte do Paraná. “É uma virada de chave histórica. A gente já tinha feito o projeto da duplicação da 445, que estava separado em dois trechos, com um deles em execução, entre Mauá da Serra e Lerroville. A Comissão de Infraestrutura buscou a duplicação completa pelo Governo Estadual, junto com os demais deputados e todos os prefeitos”, lembra Tiago Amaral.

O secretário Sandro Alex foi bastante claro: “A decisão está tomada. Nos próximos dias, o DER vai dar o cronograma. E nós vamos entregar totalmente duplicado, para aquele trecho ser um trecho de manutenção do pedágio”, explica.

Previsão de conclusão em 2026

Havia um compromisso do governador Ratinho Junior em fazer a obra inteira, mas a rodovia foi cedida ao Governo Federal e incluída no lote 3 da concessão para a iniciativa privada, com leilão previsto para o primeiro trimestre de 2024. Assim, o Governo do Estado já não poderia fazer qualquer obra, de acordo com a orientação do Tribunal de Contas da União.

Mas as lideranças regionais tinham o receio em relação à previsão de que a futura concessionária só começaria as obras no trecho entre Lerroville e Irerê após o terceiro ano do contrato, possivelmente a partir de 2027.

“Se isso ficasse para a concessão, a obra poderia ser entregue lá por 2030. Agora, com esse anúncio do Governo do Estado, a gente deve ter a assinatura do contrato e o começo da obra até o segundo semestre de 2024 e, assim, a entrega seria em 2026”, explica o deputado Tiago Amaral. De acordo com ele, “agilizar essa obra na prática significa evitar acidentes, salvar vidas, melhorar o fluxo da produção agrícola e industrial e trazer mais qualidade de vida para Londrina e todo o Norte do Paraná”.

Duplicação da PR-445 está acelerada e atinge a marca de 13% de execução
Duplicação da PR-445 entre Mauá da Serra e Lerroville está acelerada e atinge a marca de 13% de execução. (Foto: DER/PR)

Governador apoia Contorno Leste no pedágio

Outro anúncio importante feito na reunião da Amepar foi o apoio do governador Ratinho Junior à reivindicação das lideranças regionais de incluir o Contorno Leste nas obrigações da futura concessionária do lote 3. O governador foi o primeiro a assinar um ofício que será enviado ao Governo Federal, para deixar clara a escolha da região.

“A região entende que é uma obra importante. E o governador apoia a região e assinou o documento que nós vamos encaminhar ao ministro dos Transportes, Renan Filho”, anunciou o secretário Sandro Alex. O ofício será assinado também pelos prefeitos e deputados da região.

“A partir do momento em que a gente tem condições de fazer a escolha, inclusive arcando com as suas consequências, isso realmente é política. Vai ter impacto na tarifa, porque a obra é cara, mas o benefício vai ser muito maior e vai valer a pena”, prevê Tiago Amaral.

“Devemos cobrar mais recursos do Governo Federal”

O deputado, que preside a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná, lembra que grandes obras de infraestrutura em rodovias federais têm sido assumidas pelo Governo do Estado. Entre os exemplos, estão o já concluído Viaduto José do Carmo Garcia, em Cambé, e o Viaduto da PUC, que está em obras, ambos na BR-369.

Ao mesmo tempo em que reconhece que o governador Ratinho Junior está cumprindo todos os compromissos assumidos com a região, o deputado estadual Tiago Amaral alerta que é preciso pedir mais para Brasília. “Todos nós devemos cobrar também que mais recursos do Governo Federal venham para Londrina e região. Não tem a ver com quem é presidente da República, mas com o que é direito da região”, defende o deputado Tiago Amaral.

Obrigado por ler nosso artigo

Quando Tiago Amaral dá a sua palavra está garantindo que trabalhará incansavelmente para atender aquela demanda.

Novidades

Vem pro Face do Tiago

Último vídeo

Acompanhe o Tiago no seu E-mail

ocê gostaria de receber dicas, novidades e conteúdos exclusivos do Tiago no seu e-mail? Então, inscreva-se na newsletter dele e não perca nada! É fácil e rápido, basta clicar no botão abaixo e preencher o formulário. Você vai receber um e-mail de confirmação e pronto, você já faz parte da lista de assinantes do Tiago. Aproveite!